Alguns investidores desistem da fusão do SPAC com a empresa de mídia de Trump

(Reuters) – Alguns investidores estão desistindo do plano da Digital World Acquisition Corp de adquirir a empresa de mídia social Truth Social, do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse a empresa de cheques em branco nesta sexta-feira.

A Digital World disse que recebeu avisos de rescisão de investidores de investimento privado em capital público (PIPE) encerrando quase US$ 139 milhões em investimentos do compromisso de US$ 1 bilhão que havia anunciado anteriormente.

Os investidores, que assinaram o compromisso do PIPE há cerca de um ano, estão livres para movimentar seu dinheiro após o prazo de 20 de setembro de 2022 se o negócio não for concluído.

A Digital World não divulgou os investidores que desistiram. Fontes disseram à Reuters que a Sabby Management, que havia comprometido US$ 100 milhões com o PIPE, é um dos investidores que rescindiram o contrato.

A Sabby Management se recusou a comentar.

Mais investidores podem se retirar nas próximas semanas, disseram fontes, já que podem rescindir a qualquer momento após o prazo. Muitos estão esperando que o DWAC proponha termos mais preferenciais aos investidores do PIPE, acrescentaram fontes. O acordo entre a empresa de aquisição de propósito específico (SPAC) e o Trump Media and Technology Group (TMTG), proprietário da Truth Social, está paralisado devido a investigações civis e criminais sobre as circunstâncias do acordo.

O TMTG não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O SPAC esperava que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, que está analisando as divulgações da Digital World sobre o acordo, já tivesse dado sua aprovação. A Digital World disse este mês que estenderá a vida do acordo em três meses, depois que sua oferta de extensão de 12 meses de seus acionistas falhou.

(Reportagem de Akash Sriram e Nivedita Balu em Bengaluru, Svea Herbst-Bayliss e Krystal Hu em Nova York)

Leave a Comment