França enfrenta ‘seca mais severa’ de sua história, diz primeiro-ministro

A primeira-ministra francesa, Élisabeth Borne, alertou sexta-feira que a França está enfrentando a “seca mais severa” já registrada no país e anunciou a ativação de uma unidade de crise do governo.

Borne disse que muitas áreas na França estão passando por uma “situação histórica”, já que o país enfrenta sua terceira onda de calor neste verão.

“A seca excepcional que estamos enfrentando atualmente está privando muitos municípios de água e é uma tragédia para nossos agricultores, nossos ecossistemas e biodiversidade”, disse ela em comunicado.

As previsões meteorológicas sugerem que o calor, que aumenta a evaporação e as necessidades de água, poderá continuar nos próximos 15 dias, podendo tornar a situação ainda mais preocupante, sublinhou o comunicado.

A unidade de crise do governo ficará encarregada de monitorar a situação nas áreas mais atingidas e coordenará medidas como levar água potável a alguns lugares.

Um pescador é visto na sexta-feira em terra rachada e seca das margens do lago Le Broc, enquanto uma seca histórica atinge a França. (Eric Gaillard/Reuters)

Também monitorará o impacto da seca na produção de energia, infraestrutura de transporte e agricultura da França.

A seca pode forçar a gigante de energia francesa EDF a cortar a produção de energia em usinas nucleares, que usam água do rio para resfriar reatores.

Água potável a prioridade

A França agora tem 62 regiões com restrições no uso da água devido à falta de chuva.

Esta fotografia tirada na quinta-feira mostra uma placa de farmácia que exibe uma temperatura de 39 C em Wittenheim, França. Na sexta-feira, a primeira-ministra francesa, Élisabeth Borne, disse que o país estava enfrentando a seca mais severa de sua história. (Sebastien Bozon/AFP/Getty Images)

O ministro da transição ecológica, Christophe Béchu, disse durante uma visita ao sudeste da França que mais de 100 municípios não podem mais fornecer água potável à torneira e precisam ser abastecidos por caminhão.

“Quanto pior a situação, mais priorizamos a água potável em relação a outros usos”, disse ele.

O mês de julho foi marcado por um déficit recorde de chuvas na França. Com apenas 9,7 milímetros de chuva, de acordo com a agência meteorológica nacional Meteo France, a precipitação caiu 84% na média do mesmo mês nas últimas três décadas.

Uma mulher usa um guarda-chuva para se proteger dos raios do sol em uma praça de Paris na quarta-feira. (Sarah Meyssonnier/Reuters)

A Meteo France disse que julho de 2022 foi o segundo mês mais seco desde que as medições começaram em 1958-1959.

Agricultores de todo o país estão relatando maiores dificuldades na alimentação do gado devido à falta de grama fresca e estão percebendo uma queda no rendimento, especialmente em campos que não são irrigados e em culturas que exigem muita água como o milho.

Recorde de calor em julho para Portugal

Também na sexta-feira, o serviço meteorológico de Portugal informou que o país viu seu mês de julho mais quente já registrado no mês passado.

O agricultor Christophe Trufault verifica um campo de milho seco na quarta-feira, em Courcemont, França. (Jean-François Monier/AFP/Getty Images)

O calor agravou a própria seca de Portugal, com 45 por cento do continente em “seca extrema” – a classificação mais elevada – e o restante em seca “severa”, que é a segunda mais elevada, até ao final de julho.

Muitas outras partes da Europa Ocidental também testemunharam condições tórridas no início do verão, e os cientistas dizem que as mudanças climáticas continuarão a tornar o clima mais extremo.

O clima do sul da Europa está mudando para se assemelhar ao do norte da África, de acordo com especialistas.

O serviço meteorológico português, conhecido pela sigla IPMA, disse que julho foi o mais quente desde que os registros nacionais começaram em 1931.

A temperatura média foi de 25,14 C, disse. Isso foi quase três graus acima da média esperada de julho.

A precipitação nacional foi de 3 milímetros, cerca de 22% do valor normal, disse o Impa.

Leave a Comment