Macaco abatido, mas caça continua após ataques em cidade japonesa | Japão

Caçadores na trilha de um grupo de macacos que atacaram e feriram cerca de 50 pessoas no oeste do Japão capturaram e mataram um deles.

Autoridades da cidade de Yamaguchi tentam há semanas rastrear o grupo, que ganhou as manchetes nacionais agredindo moradores, deixando principalmente arranhões e mordidas leves.

Na noite de terça-feira, caçadores especialmente comissionados atiraram em um macaco macho com uma arma tranquilizante e o pegaram perto de um lago no terreno de uma escola.

Após ser identificado como responsável por um dos ataques, o macaco – com cerca de meio metro de altura e estimado em quatro anos – foi abatido.

Patrulhas estão em andamento em Yamaguchi desde que os ataques a adultos e crianças começaram há cerca de três semanas. Com 49 pessoas feridas até o meio-dia de terça-feira e novos relatórios de ataques chegando, a busca pelo grupo ainda está em andamento.

“Testemunhas descrevem macacos de diferentes tamanhos e, mesmo após a captura, recebemos relatos de novos ataques”, disse um funcionário da cidade que não quis ser identificado.

Macacos japoneses são vistos comumente em grandes partes do país e são uma praga em algumas áreas, comendo plantações e até entrando em casas, mas a onda de ataques em Yamaguchi é incomum.

Alguns moradores disseram à mídia local que agora carregam guarda-chuvas e tesouras de cortar árvores para se defender.

Leave a Comment