Muitos prisioneiros de guerra libertados pela Rússia sofreram tortura – alto funcionário da Ucrânia

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

KYIV, 22 de setembro (Reuters) – O chefe da inteligência militar da Ucrânia disse nesta quinta-feira que a porcentagem de prisioneiros de guerra ucranianos libertados que sofreram tortura enquanto detidos na Rússia é “bastante alta”.

Kyrylo Budanov estava falando em uma entrevista coletiva um dia depois que uma troca de prisioneiros foi acordada entre a Rússia e a Ucrânia envolvendo quase 300 pessoas, incluindo estrangeiros.

Alguns dos prisioneiros de guerra ucranianos libertados pela Rússia estavam atualmente recebendo reabilitação em hospital na Ucrânia, disse o ministro do Interior do país, Denys Monastyrskyi, na mesma entrevista coletiva.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Max Hunder Redação de Gareth Jones

Nossos Padrões: Os Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Leave a Comment