Square Enix temia que estúdios ocidentais “canibalizassem” as vendas de jogos japoneses

A Square Enix divulgou seus últimos resultados financeiros, detalhando um aumento nas vendas de MMOs graças ao Final Fantasy 14, apesar de um declínio geral.

No entanto, comentários também surgiram de uma teleconferência interna sobre o relatório financeiro, cortesia do analista David Gibson.

A venda dos estúdios ocidentais da Square Enix – notadamente Crystal Dynamics e Eidos – foi “impulsionada por preocupações de que os títulos canibalizaram as vendas do resto do grupo”, com a empresa com o objetivo de melhorar a eficiência do capital.

Final Fantasy 7 Rebirth – Primeiro trailer

Essa venda foi apenas a primeira fase, com uma segunda fase destinada a diversificar a estrutura de capital do estúdio – o aumento do custo de desenvolvimento significa que a editora precisa ser seletiva com recursos, limitando a expansão. Isso impactará amplamente os estúdios europeus e americanos, com recursos alocados para jogos japoneses.

Isso também significa que a Square Enix está procurando vender participações em seus estúdios para melhorar a eficiência do capital, particularmente notável com empresas como Sony e Tencent em expansão.

A Sony comprou a Bungie, desenvolvedora de Destiny 2, no início deste ano, enquanto a Tencent está procurando aumentar sua participação na Ubisoft.

Desde a venda dos estúdios ocidentais da Square Enix, houve muita especulação sobre se seria comprado por outra empresa, com muitos fãs esperando que a Sony perdesse o dinheiro devido à importância histórica de Final Fantasy para o PlayStation. A Nintendo pode ter algo a dizer sobre isso, no entanto.

Leave a Comment