Turnê europeia bane golfistas LIV do Scottish Open

MUNIQUE – O circuito europeu baniu os golfistas que competiram na série LIV, apoiada pela Arábia Saudita, de três torneios futuros, incluindo o Aberto da Escócia, na sexta-feira e os multou em US$ 120.000.

A turnê disse que qualquer jogador que participasse do evento inaugural do LIV na Inglaterra neste mês seria suspenso do Scottish Open, Barbasol Championship e Barracuda Championship, e multado em 100.000 libras (US$ 123.000). Todos esses três eventos são co-sancionados pela turnê europeia e pela PGA, que suspendeu os jogadores que competiram na LIV.

Pode haver “mais sanções” se os jogadores continuarem a competir no LIV sem autorização, disse a turnê europeia.

“Muitos membros com quem conversei nas últimas semanas expressaram o ponto de vista de que aqueles que escolheram essa rota não apenas desrespeitaram a eles e ao nosso Tour, mas também ao ecossistema meritocrático do golfe profissional que tem sido a base do nosso jogo nos últimos meio ano. século e que também será a base sobre a qual construiremos os próximos 50 anos”, disse Keith Pelley, executivo-chefe da turnê europeia.

“Suas ações não são justas para a maioria de nossos membros e prejudicam o Tour, e é por isso que estamos tomando as medidas que anunciamos hoje”.

O anúncio da turnê européia veio enquanto alguns jogadores contratados pela LIV estavam jogando em um de seus próprios eventos. Alguns dos jogadores mais conhecidos do circuito europeu estiveram na sexta-feira no BMW International Open, incluindo os grandes vencedores Louis Oosthuizen, Sergio Garcia e Martin Kaymer. Todos eles jogaram o evento inaugural do LIV na Inglaterra.

Brooks Koepka, que se juntou oficialmente à turnê LIV no início desta semana, havia sido anunciado anteriormente como parte do campo do Scottish Open.

Leave a Comment