O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esperar uma “forte reação” do mundo depois que mísseis russos destruíram energia e infraestrutura civil em Kyiv e outras grandes cidades. Ele também disse às potências mundiais na reunião do Conselho de Segurança da ONU na quarta-feira que deveriam aprovar uma resolução condenando “qualquer forma de terrorismo energético”. (A Rússia tem poder de veto no conselho.)